rcoutog

Archive for the ‘Curiosidades’ Category

Administração do tempo

In Estratégias de pessoas on Novembro 17, 2011 at 1:42 pm

Estudos comprovam que as pessoas que sabem administrar o seu tempo ganham qualidade de vida. O planejamento das atividades diárias pode fazer toda diferença na vida das pessoas. O ditado “Tempo é Dinheiro” já está, comprovadamente, sendo substituído por “Tempo é Vida “. Muitos profissionais que dedicavam excessivas horas com o trabalho , acabaram pagando um preço alto com doenças , afastamento da família e amigos, falta de ânimo para lazer entre outras coisas e constataram que, a produtividade e a qualidade de vida aumentaram com a determinação de melhor administrarem suas horas de trabalho. Outro fator importante é a pessoa descobrir o valor e a importância do seu tempo. “O tempo é mais precioso e essencial do que o dinheiro” porque sabe-se que é impossível uma pessoa pegar emprestado o tempo de outra pessoa. Os segredos para uma boa administração de tempo são ter disciplina e uma ferramenta que auxilie na organização das tarefas diárias e usá-los regularmente. Cada pessoa pode escolher ao método que mais se identifique: uma agenda e o outlook são alguns exemplos mas, cada pessoa deverá usar o método que mais se identifique . Renata Avediane (Você S/A) nos alerta e dá dicas sobre as ferramentas que, se mal utilizadas, podem tornar-se vilões na nossa organização diária: -e.mail- escolher os momentos do dia para abrí-los . -MSN, Facebook – se particular, deixar para os momentos de lazer. -telefones e celulares- se possível, delegar o atendimento ou desligar quando estiver em uma tarefa que exija concentração. -reuniões- devem ser curtas, objetivas e bem planejadas. -cafezinhos- evitar durante o expediente, tome em momentos que estiver com tempo livre ou precisando de pausa. -interrupções e visitas inesperadas- avaliar a importância e saber dizer não, se necessário.

Crhistian Barbosa no livro A Tríade do Tempo nos diz que as tecnologias surgiram para nos poupar tempo, porém, aumentaram a velocidade com que as tarefas e os compromissos chegam a nós. Ainda, no livro, A Tríade do Tempo, ele nos ensina que para termos uma vida saudável deveríamos equilibrar o que ele chama de Tríade que são nossas atividades diárias e classificá-las em: Importantes- metas pessoais e profissionais, projetos , família e atividade física Urgentes-algo que tem que ser feito com rapidez, que exige atenção instantânea. Circunstancial- coisas que outras pessoas solicitam que se faça, imprevistos.

Para ter uma vida equilibrada deveríamos, percentualmente, gastar em tempo: 70% com tarefas IMPORTANTES 20% com tarefas URGENTES 10% com tarefas CIRCUNSTANCIAIS

7 dicas de administração do tempo do especialista em produtividade Christian Barbosa: 1.Planeje a semana. 2. Verifique e responda e.mails em horários específicos. 3.Defina objetivos. 4.Compartilhe responsabilidade. 5.Organize seu ambiente. 6.Saiba dizer não. 7.Reserve tempo para você.

Administrar o tempo traz ótimos benefícios para a vida das pessoas de todas as idades e atividades. Quem administra seu tempo ganha a paz do dever cumprido e, consequentemente, tempo para viver bem e ser feliz.

Fontes: FGV, Você S/A, livro a Tríade do Tempo.

http://www.buscasaude.com.br/coaching/administracao-do-tempo/

Anúncios

Dicas de Gestão do Tempo para empreendedores.

In Estratégias de pessoas on Julho 4, 2011 at 6:55 pm

Não importa o quão fora de controle que você sente, você pode
domar a fera que existe dentro de você, esta é a opinião de Joe
Robinson, um especialista em gestão do tempo. Ele publicou um artigo sobre como
os empreendedores devem lidar com esta questão no site Entrepreneur,
especializado em empreendedorismo.

A corrida começou e você e sua empresa estão perdendo para um inimigo tão
arraigado no modo de trabalho que você sequer suspeita dele. O culpado é o fator de velocidade que muitos empresários pensam
ser essencial para o sucesso – a pressão do tempo, uma
verdadeira obsessão e o que os pesquisadores chamam de urgência do
tempo
. Ela gera um estado crônico de preocupação e pressa que o prende
em uma hora do rush perpétua, mesmo se não há nenhuma razão para isso.

Com isso você passa a verificar o relógio constantemente, ter tolerância zero
para esperar mais do que um segundo e a necessidade de fazer tudo o mais rápido
possível – estes são apenas alguns dos comportamentos reveladores que vêm com
essa condição, além da impaciência crônica.

A urgência do tempo é inimiga da atenção, da tomada
de decisão racional
e, na sua forma mais aguda, do próprio corpo,
contribuindo para os fatores que levam à doença cardíaca. Pessoas que se sentem
a pressão do tempo crônica são duas vezes mais propensas a ter pressão arterial
alta – mesmo aquelas na faixa dos 30, segundo um estudo da Universidade
Northwestern.

A urgência do tempo não é um estado que leva a boas decisões de negócios.
Neste estado você está em pânico, com as emoções a flor da pele. O paradoxo é,
mesmo estando quase fora de controle, a capacidade de controlar a urgência do
tempo está completamente em suas mãos. Preste atenção nestas dicas, veja se você
está fazendo tudo de maneira muito rápida – comer, falar rápido, estar com
pressa geral e excessivamente consciente do tempo, colocar palavras na boca de
outras pessoas e sentir cronicamente impaciente e irritado. E quando você
estiver correndo, pare. Respire profundamente. Pergunte a si mesmo: esta é uma
situação de emergência ou é uma armadilha da velocidade? Você não tem que estar
em quinta marcha a cada segundo do dia. Veja, você já começou bem, já chegou até
aqui neste post!

9 Dicas para controlar seu tempo

A urgência de tempo pode ser controlada, uma vez que você esteja ciente
disso. Aqui estão os principais passos para restaurar o seu eu racional:

1. Reformular o pânico. Este é o fator mais importante na
hora de combater a urgência. Entenda que não é o relógio ou o prazo que está
causando o estresse, mas o que você está dizendo a si mesmo sobre o stress.
Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia, identificou este comportamento
como “estilo explicativo” –a história que você começa com urgência é uma distorção, uma emergência falsa
que seu corpo responde como se sua vida estivesse em perigo. Você tem que
substituir a história inventada com a real: “Você não está entre a vida e a
morte. Crie uma frase que você possa dizer em voz alta para combater este
comportamento.

2. Concentre-se no conteúdo, não no relógio. Mergulhe na
experiência em questão, e não na corrida para o próximo item na lista.

3. Faça testes de velocidade. Olhe para os sinais quando
você está correndo. Você começa a sentir dor de estômago? O coração batendo mais
forte? Você está falando a mil por hora? Quando os sintomas forem embora, preste
atenção em você. Respire fundo e devagar.

4. Corte a verificação de seu relógio em 75%. Se for
possível, retire seu relógio, coloque um post-it para cobrir o horário do seu
monitor. Evite olhar o horário.

5. Aceite gratificações não imediatas. A urgência do tempo é
agravada pela necessidade de resultados imediatos e tolerância zero. Mantenha a
calma diante de atrasos e contratempos.

6. Tire um tempo para conseguir mais tempo. Gaste 15 minutos
todas as manhãs para priorizar e organizar as suas tarefas mais importantes. Ser
obcecado por todas as coisas que você não fez é um primeiro vector da urgência
de tempo, mas colocá-los no papel lhe permite retomar o controle. Priorizar e
listar as decisões diz a seu cérebro que você está lidando com as coisas.

7. Fale mais devagar e comer devagar. Urgência do tempo não
para na porta do escritório. Ela está com você dia e noite. Toda vez que você
desacelerar para comer ou falar, você está ajudando a reforçar o seu novo
comportamento.

8. Seja realista. Você precisa de prazos realistas. Você
acha que pode fazer mais em um período de tempo do que realmente pode, acaba
escolhendo o tempo que você quer que a tarefa seja concluída, e não um prazo
realista. Comece adicionando 20% mais tempo para cada tarefa.

9. Ainda a mente. O motor de urgência de tempo é uma mente
em efervescência. Meditação ou yoga podem treinar seu cérebro para manter a
concentração em meio à anarquia.

http://pensandogrande.com.br/tic-tac-dicas-de-gestao-do-tempo-para-empreendedores/

 

Coaching, a arma secreta dos grandes Líderes

In Estratégias de pessoas on Junho 16, 2011 at 2:59 pm

Postado por: Thiago Ghougassian

http://pensandogrande.com.br/coaching-a-arma-secreta-dos-grandes-lideres/

Muito se discute hoje a respeito da diferença dos líderes no passado e dos
líderes modernos. As técnicas de Liderança que funcionavam bem
no passado não são hoje tão efetivas. Num passado não muito distante, o
líder autocrático era sempre o líder mais eficaz. Até mesmo na
vida familiar esse era o estilo de liderança predominante. Os homens davam as
ordens e as esposas e filhos simplesmente obedeciam. Aquele que impunha suas
ordens com dureza conseguia excelentes resultados. Ainda hoje
vemos muitos líderes trabalhando dessa forma. Mas o mundo mudou e esses líderes
autocráticos estão cada vez menos eficazes e menos valorizados nas
empresas modernas.

Surge então a questão que tem desafiado os novos candidatos a líder. Qual é a
estratégia mais poderosa hoje para se exercer esse papel? Como
fazer para influenciar pessoas em busca de resultados sem se utilizar poder,
ordens e ameaças? Como obter ocomprometimento e o coração dos liderados para que esses
superem seus limites?

Diversas teorias e técnicas surgiram no mercado. Mas com
certeza a que tem mais impressionado a todos com seus resultados é a utilização
do “Coaching” como ferramenta de Liderança. Contudo, como fazer
então para utilizar essa ferramenta como líder e atingir resultados
excepcionais? A resposta é facilmente encontrada quando se descobre qual é a
ferramenta número um do “coaching”: a pergunta. Parece
estranho, mas é exatamente isso. A grande mudança no paradigma da Liderança
acontece quando o líder para de dizer aos seus liderados como fazer as coisas e
começa a perguntar.

As perguntas do líder têm impactos profundos nos seus
liderados. Os questionamentos bem feitos obrigam o liderado a pensar,
desenvolvendo com isso sua visão estratégica e a sua
criatividade. Quando a resposta vem fácil e mastigada o
liderado não precisa nem pensar. Basta seguir as instruções.

Os resultados são extraordinários e tem mais uma
consequência, a que considero mais importante de todas: como o liderado está
aprendendo pensar, estudar alternativas e tomar
decisões, o líder, nesse caso já um “Líder
Coach
”, e estará cumprindo seu papel maior, que é o de desenvolver
novos líderes. Parece ser uma receita simples, e é. Experimente liderar através
de perguntas e depois analise os resultados.

Arthur Diniz é fundador e principal executivo
da Crescimentum – Alta Perfomance em Liderança. Autor do livro “Líder do Futuro
– a transformação em líder coach”. Possui MBA pela Columbia Business School em
Nova York e certificado em “Liderança em equipes de Alta Performance” pelo
Center for Creative Leadership. Foi alto executivo de empresas como Deutsche
Bank e Santander. É professor de Empreendedorismo e Liderança nos cursos de
pós-graduação do INSPER de São Paulo. Certificado em “Managing Energy”,
Executive Course pelo Human Performance Institute, na Flórida.

 

MEDITAÇÃO

In Meditação, Relaxamento on Junho 15, 2011 at 1:51 pm

Apesar de algumas técnicas de meditação serem bastante avançadas e exigirem
experiência para a sua realização, Anderson Allegro, biólogo e professor de
ioga da Aruna Yoga, em São Paulo, diz que há métodos simples e bastante
eficientes. Podem ser feitos mesmo por quem não pratica ioga

1- Desligue o telefone, o celular e peça para não ser incomodado.
Sente-se sobre uma almofada, apóie as costas na parede e cruze as pernas.
Repouse as mãos sobre os joelhos

2- Para quem nunca meditou, cinco minutos podem parecer uma eternidade.
Por isso, coloque um despertador para tocar em 15 minutos. Assim, o tempo
previsto para a prática é garantido, evitando que você se distraia pensando
nele

3- Feche os olhos e observe o fluxo do ar entrando e saindo do corpo.
Apenas concentre-se na respiração, sem tentar interferir em seu ritmo

4- Visualize uma luz azul e imagine que está inspirando e expirando essa
luz, no ritmo da respiração. Mantenha a mente fixa apenas na luz e na
respiração

5- Ao surgir algum pensamento que o distraia, simplesmente retorne ao
objeto visual da meditação, sem se culpar pela distração. Faça isso quantas
vezes for preciso

6- Quando o despertador tocar, inspire e expire lentamente. Estenda os
braços para o alto, fazendo movimentos como se estivesse se espreguiçando.
Movimente as pernas e levante-se devagar

RESPIRAÇÃO

In Meditação, Relaxamento on Junho 15, 2011 at 1:48 pm

O “pranayama” (exercício respiratório) das três etapas é uma das
técnicas ensinadas nos cursos da ONG Arte de Viver. Segundo Cristina Armelin,
coordenadora da ONG em São Paulo, a seqüência aumenta a capacidade pulmonar e
tem efeito imediato na redução do estresse

1 Deitado de costas ou sentado em uma cadeira, com os pés totalmente
apoiados no chão e a coluna ereta, coloque as mãos sobre o abdômen. Inspire
profundamente, levando o ar até a região abdominal. Sinta o ar empurrar as mãos
pousadas sobre a barriga. Expire lentamente, sentindo a barriga afundar em
direção às costelas. Repita cinco vezes

2 Coloque as mãos sobre a caixa torácica. Na inspiração, sinta o ar
expandindo lateralmente as costelas. Expire lentamente, esvaziando
completamente os pulmões. Repita cinco vezes

3 Coloque as mãos sobre as clavículas. Inspire, sentindo o ar elevar
essa região superior do corpo. Expire lentamente, abaixando a parte superior do
tronco. Repita cinco vezes

4 Faça todas as respirações (abdominal, torácica e clavicular) juntas:
inspire, levando o ar até o abdômen, expandindo a caixa torácica e chegando até
a região das clavículas. Expire lentamente, até sentir o pulmão se esvaziar
totalmente. Repita cinco vezes

5 Levante-se devagar. Se estiver deitado, passe antes pela posição
sentada para não sentir tontura. De pé, inspire lentamente, preenchendo de ar o
abdômen, o tórax e a parte superior do peito. Expire vigorosamente, soltando o
ar de uma só vez e emitindo um som como “ah” junto com a expiração.
Repita de cinco a dez vezes

Apaixone-se

In # MENSSAGEM DO PROFESSOR, Curiosidades on Junho 14, 2011 at 8:24 pm

“Apaixonar-se por seu trabalho é menos perigoso e mais
gratificante do que se apaixonar pela pessoa de seus sonhos”.

É importante encontrar no coração aquilo que gostamos de fazer. Se gostar de jardinagem,
seja um jardineiro, se gostar de cozinhar seja um cozinheiro e assim por
diante.

O progresso na carreira profissional de uma pessoa vem da paixão que esta pessoa tem pelo que
faz. Não importa que se ganhe muito ou pouco com isso, mas o importante é o
amor que se tem pelo seu trabalho.

A carreira de uma pessoa não vai muito longe se seu foco é apenas o dinheiro. É necessário mais
do que gostar apenas do dinheiro para progredir, tem que apaixonar-se pelo seu
trabalho.

É também, absolutamente normal que pessoas bem sucedidas em suas carreiras deixem de se
sentir atraídas pelo seu trabalho, mesmo que fossem apaixonadas por ele. Assim
como num relacionamento de um casal, também pode ocorrer o final de uma paixão
e neste caso nada melhor que seguir em frente apaixonando-se por outra
atividade.

Pessoas que trabalham no serviço social ou enfermeiros são exemplos de amor pela sua profissão mais
do que pelos salários.

Pode-se perfeitamente viver mais feliz com um ganho menor do que se fosse para ganhar mais e não
estar apaixonado pelo que se faz.

Acredite que você é capaz.

Promoção Groupon

In Curiosidades, Promoção on Maio 22, 2011 at 7:14 pm

http://www.groupon.com.br/ofertas/sao-paulo—premium/relaxe-nas-tres-possibilid/238292

A importância de ser você…

In Curiosidades on Maio 19, 2011 at 2:29 am

A importância de ser você “Imagem é tudo”, principalmente a imagem que você faz de si mesma(o).

A representação interna que cada um tem de si é que cria o posicionamento externo e a forma como outras pessoas orientam seu tratamento com referência à nossa pessoa.

Resumindo: a maneira como cada um se vê e se relaciona consigo próprio é que define como será o seu relacionamento com o mundo. Por isso é de extrema importância ter uma imagem positiva a nosso respeito.

Não é só ego, muito embora ele esteja presente todo o tempo e se beneficie diretamente. Tendemos a criticar quem se auto-valoriza dizendo que tem um ego inflado, mas este julgamento evidencia uma posição inferiorizada de quem ainda não conseguiu atingir um patamar estável de elevada auto-estima.

Por que eu também não me acho o “máximo“? É simples: porque a crença que tenho a meu respeito ainda não me permite acreditar que sou o máximo e por não acreditar, não formei imagens mentais fortes o bastante para criar este sentimento dentro de mim. O bom é que crenças podem ser mudadas ou substituídas a qualquer momento.

Aqui é uma questão de crer para ver e não o contrário: não esperar ser aplaudida(o) para se achar maravilhosa(o), mas sim, ao se sentir maravilhosa(o) tenha certeza, os aplausos vêm. É essa postura interior que tem o poder de canalizar os elementos necessários ao nosso sucesso pessoal.

Todos desempenhamos inúmeros papéis na vida: mãe, pai, filha, filho companheira, companheiro, profissional, amiga, amigo, esportista, e para cada um deles assumimos um comportamento que, a nosso ver, é o melhor. É como se existissem vários “eus” que utilizassem diferentes máscaras para mudar o papel de acordo com a ocasião. Em cada caso o que define o comportamento utilizado é a nossa percepção do que os outros esperam de nós naquele instante. Ou seja, um referencial externo é usado para direcionar um posicionamento interno.

Em decorrência disso, gastamos muita energia tentando ter sob controle essas imagens exteriores e manter a coerência e a consistência de nossos comportamentos. Gastamos tanta energia e tanto tempo nisso que pouco sobra para descobrir quem realmente somos.

Independentemente das opiniões externas, a consciência de quem sou “eu“, baseada num referencial interno de aceitação, abre um universo de possibilidades. Ninguém é perfeita(o), maravilhosa(o) e sensacional cem por cento do tempo, embora gostaríamos que assim fosse. Nem mesmo a Mulher Maravilha ou o Super Homem. Erros e acertos, altos e baixos fazem parte da vida. Como seres humanos estamos aqui acertando, errando, aprendendo e evoluindo todos os dias. Com certeza você já viu alguém reconhecer um ato falho ou uma situação que não teve o desfecho esperado, e provavelmente ao invés de ser culpado, foi admirado por sua coragem em aceitar e assumir.

Esse é o início da construção de uma imagem positiva de si mesma(o) e de manter a auto-estima lá em cima: ser o que se é aceitar com tranqüilidade o que ainda não é, e trabalhar para mudar e vir a ser.

O mais importante não é acertar sempre, mas sim errar o mínimo possível e aprender com os erros. Seja você mesma(o) e aposte nisso! Aceitação é a chave para a mudança daquilo que, em sua opinião, ainda não está ideal. Ser você mesma(o) implica em aceitar o que se tem neste momento e começar a partir daí. Você é única(o) e especial.

Não existem, nunca existiram e jamais existirão duas pessoas iguais. “Eu” sou o que eu sou e cada um é o que é! Todos estamos sempre fazendo nosso melhor e aprimorando-nos a cada dia, quer tenhamos consciência ou não (e mesmo que algumas vezes possa não parecer).

Por isso é tão importante descobrir nossos potenciais, deixar aflorar o lado puro, bom, perfeito que todos nós temos, com o mínimo de críticas ou julgamentos. Sem se estender em culpas e desperdiçar energia inutilmente com dúvidas e questionamentos infindáveis.

Não crie expectativas, muito menos ilusões. Liberte-se das opiniões alheias porque se não estão servindo para elevar a moral e a auto-estima, então não servem para mais nada!

Acredite: você é muito importante!

Existe um propósito maior em sua vida.

Tome suas próprias decisões baseadas no orgulho de ser quem você é.

Comece agora mesmo a reforçar essa imagem e esse sentimento bem dentro de você.

Energize e dê vida a esta idéia. O momento seguinte nasce do momento atual, não do passado.

Portanto, esqueça o que já foi.

Não desperdice seu tempo tentando manter situações só pelo que os outros vão pensar, dizer ou fazer. Isso não é problema seu, é deles. Aja por si mesma(o), por acreditar em você. Aceite que pode e aposte nisso, porque com certeza você vai ganhar a aposta! É ótimo ser simplesmente “Eu“.

O melhor marketing pessoal já criado é o da autenticidade. Não conheço ninguém que não faça sucesso com ele, porque é maravilhoso ver uma pessoa autêntica.

É extremamente agradável conviver com ela.

É uma fonte de inspiração e de admiração.

E todas queremos exatamente isso: reconhecimento, aceitação, respeito e consideração.

Isso é ser o máximo! Isso é ter sucesso! Isso é ser você!

Autor desconhecido

Como alavancar negócios com o LinkedIn

In mídias sociais on Abril 27, 2011 at 6:06 pm

Quando começamos a falar sobre pequenas empresas e
redes sociais, a primeira coisa que pensamos é o Twitter, seguido do
Facebook e Foursquare. Este triângulo social corporativo é muito
importante, afinal de contas, a maioria dos usuários ativos na internet utiliza
uma dessas plataformas. Mas vamos olhar para uma rede que merece a mesma ou até
maior atenção que damos para as outras: o LinkedIn.

A plataforma foi fundada em dezembro de 2002 e lançada cinco meses mais
tarde, em maio de 2003. Ela é considerada uma rede social
vertical
, ou seja, mantém a essência da rede social, mas é composta por
um grupo segmentado de usuários que compartilham um mesmo interesse ou
preferência, neste caso, fins profissionais.

Até pouco tempo atrás havia uma falsa ideia da real utilidade do LinkedIn.
Parte das pessoas acreditava ser uma espécie de site para cadastrar
currículo e repassá-lo com mais facilidade. Grande erro. A rede
esconde muito mais funcionalidades do que se pensa. O usuário registrado, seja
ele pessoa física ou jurídica, tem duas formas de utilizar os recursos do
LinkedIn: o modo gratuito e modo pago. O modo pago é atrativo, ele possibilita o
usuário traçar um plano de carreira e simular contratações sem nem chamar
determinado candidato para entrevista. Porém o modo gratuito é
muito útil, aliás, a maioria dos cadastros são gratuitos.

Além do fato de ser uma rede específica para negócios,
existem outros motivos para que você cuida melhor da imagem de
seu negócio neste site. Há mais de 15 milhões de
pequenas empresas
de todo o mundo usando o LinkedIn, segundo a
plataforma. Isso representa, mais ou menos, 25% do total de
usuários
.

Recomendações

A pessoa física pode, ao montar seu perfil profissional, solicitar
recomendações de antigos chefes e colegas de trabalho. Por
exemplo: João trabalho em uma empresa de canetas e atualmente está desempregado.
Ao listar o nome dessa empresa o LinkedIn procura em sua base
quem utiliza a empresa em seu currículo. Essa interligação de lugares gera uma
lista de funcionários e, conseqüentemente, facilita a recomendação.

Este privilégio vale também para empresas cadastradas no site. Estamos
cansados de saber que a propaganda boca-a-boca é essencial e
que as redes sociais abriram o leque de comentários sobre determina marca.
Solicite a seus clientes que recomendem sua empresa ou seu
produto. Construa uma reputação de comentários e prospecte mais

clientes. Lembre-se que uma determinada marca é formada também por comentários
negativos, então esteja preparado para recebê-los e listá-los no perfil.

Presença na rede

Quantos de nós já criou uma conta LinkedIn e deixou dormente
por meses? Por falta de costume ou pela pouca movimentação na
rede, cometemos o pecado de deixá-la abandonada por algum tempo e depois voltar.
Assim como é preciso atuar nas redes mais populares, no LinkedIn também é
preciso monitorar movimento de usuários, novas e possíveis conexões, interesses,
etc. Para deixar seu perfil mais ativo, integre o Twitter de
sua empresa com sua conta no LinkedIn. Além disso, favorite
a plataforma e veja, pelo menos, uma vez por dia. Sua empresa não
funciona uma vez por semana, logo, seu LinkedIn também não.

Procure no diretório de grupos e encontre
associações setoriais e redes de
contato
para fazer parte. Por exemplo, se você atua no ramo de
casamentos e planejamento de eventos há mais
de 530 grupos relacionados.

Financiamento


Você pode usar o LinkedIn para
encontrar potenciais investidores em startups,
já que há mais de 3 milhões de pessoas dessa área no site. Uma vez conectado,
sua participação no LinkedIn (respostas, atualizações e participações em grupos)
podem, talvez, despertar o interesse desses investidores no seu
pequeno negócio.

E no que mais minha empresa pode fazer no LinkedIn?

–  Gerenciar as informações que estão publicamente
disponíveis sobre você como profissional;

– Encontrar e ser apresentado a possíveis clientes,
fornecedores de serviços e conhecedores de assuntos diversos que foram
recomendado;

– Criar e colaborar em projetos, reunir dados,
compartilhar arquivos e resolver problemas;

–  Ser encontrado para oportunidades de negócios e encontrar
possíveis parceiros;

– Ganhar novas ideias de discussões com profissionais de
pensamentos semelhantes nas configurações para grupos privados;

–  Descobrir conexões internas que podem ajudá-lo a
encontrar empregos e fechar negócios;

–  Publicar e distribuir listas de vagas para encontrar o
melhor talento para sua empresa.

Dicas práticas para criar um plano de marketing digital em sua

In mídias sociais on Abril 22, 2011 at 5:29 pm

Muitas vezes, quando pensamos em mídia social, o que nos vem à
mente é o vizinho de 15 anos que passa a noite conversando com os amigos no
Facebook. Mídia social, no entanto, não é voltada apenas para
adolescentes, astros do rock ou atrizes em reabilitação – trata-se de uma
importante arma comercial, responsável pelo maior impacto nos
negócios desde o advento da própria Internet.

Porém, existe a falsa noção de que a mídia social é um novo e misterioso tipo
de estratégia de marketing. Na verdade, trata-se de uma nova
ferramenta de comunicação que pode ajudar as empresas a se
envolver com clientes existentes e potenciais em nível
totalmente novo e incrivelmente produtivo.

Por que Você Deveria Usar Mídia Social

A mídia social remove as barreiras entre você, seus clientes
e seus concorrentes:

1. Percepção do cliente

Saiba exatamente o que os clientes estão pensando. Com a mídia social você
pode saber muito mais sobre os hábitos, interesses e as necessidades de seus
clientes – e o que os influencia na hora da compra.

2. Saúde da marca

Saiba como a sua marca é vista pelo seu público-alvo e o que os clientes
estão dizendo sobre a sua empresa. Descubra quem a recomenda – ou não – aos
amigos, vizinhos e colegas e (o mais importante) por quê.

3. Vantagem competitiva

Usando a mídia social, você consegue monitorar mais facilmente as atividades
de seus concorrentes e reunir informações importantes para entender por que um
cliente pode decidir pela oferta do concorrente ao invés da sua.

4. Novas oportunidades

Descubra as comunidades online relevantes para o seu público-alvo e
identifique oportunidades importantes de marketing através das quais você pode
aumentar o reconhecimento da sua marca e a sua base de clientes.

5. Geração de demanda

Gere maior demanda e percepção da sua oferta; suporte a pesquisa pré-compra e
associe sua marca a avaliações gratuitas de produtos e ofertas especiais.

Mídia Social e Marketing para Pequenas Empresas

De acordo com o Small Business Success Index, publicado pela Smith School of
Business, da Universidade de Maryland, quase 20% dos
proprietários de pequenas empresas estão atualmente integrando
a mídia social, principalmente o Facebook e o LinkedIn―à sua
estratégia de marketing. E 45% dos entrevistados disseram que
os investimentos em mídia social renderam um retorno mensurável sobre o
investimento após um ano, aproximadamente.

É claro que a melhor parte do marketing baseado em mídia
social é que, desde que você tenha acesso à internet, seus custos iniciais podem
ser de até ZERO. Centavo por centavo, comparado a outros tipos de
estratégias, o marketing feito em mídias sociais é mais barato
em termos de dinheiro, tempo e
infraestrutura, o que o torna ideal para pequenas empresas. Com
uma série de ferramentas gratuitas e fáceis de usar para publicação,
monitoramento e medição, porque não usar a mídia social para divulgar sua
empresa? Em resumo, a mídia social é uma ponderosa ferramenta de marketing que
ajudará você a:

· Iniciar conversas interativas com clientes;

· Desenvolver a presença online da sua marca;

· Promover e refinar sua oferta comercial;

· Permitir que clientes fiéis compartilhem suas histórias
com seus contatos;

· Lidar rapidamente com queixas ou preocupações
de clientes;

Mas como tudo isso realmente acontece no mundo real? Veja
alguns exemplos:

Um salão de beleza em Seattle, Washington, concentrou seus esforços de
marketing na internet. Dois anos após iniciar uma estratégia de mídia social,
75% da clientela do salão vêm do Facebook, Twitter e do blog.

Uma loja em Arkansas viu as estatísticas na web, o número de seguidores e as
interações com clientes crescer graças à mídia social e, como resultado, suas
vendas aumentaram. Segundo o proprietário, pelo menos metade da
sua divulgação nacional recebida não tem outra fonte senão a mídia social.

Como Começar

Iniciar uma estratégia de marketing baseada em mídia
social
não é necessariamente um desafio, mas é importante
planejar com antecedência e dedicar alguns recursos para isso.
Esse requisito irá diminuir consideravelmente assim que o plano estiver em
andamento.

Ouça – Identifique conversas relevantes e os lugares onde
elas acontecem. Use ferramentas gratuitas como Technorati para identificar os
tipos de mídia social onde os seus clientes conversam. Ouça atentamente ao
“burburinho” gerado pela mídia social para identificar conversas sobre a sua
empresa, seus concorrentes, o segmento onde você atua e as
questões mais importantes para os seus clientes. Configure pesquisas por
palavras-chave para identificar atividades relacionadas à sua empresa, ao seu
produto e concorrentes.

Crie uma presença – Crie uma base de
clientes
e seguidores que querem saber mais sobre a sua oferta. Crie um
blog e escreva sobre os seus produtos, serviços ou setor. Estabeleça uma
presença em sites como Facebook, LinkedIn e Twitter para que você comece a
reunir seguidores e se comunique diretamente com clientes e parceiros comerciais
em potencial. Se a sua oferta puder ser vista em formato de vídeo, crie um canal
personalizado no YouTube.

Envolva os clientes – Ajude, eduque, promova e proteja sua
marca como um participante online ativo. Informe os clientes que você está
ouvindo e implementando suas ideias. Crie seus próprios canais de mídia social e
seja um participante ativo nos sites onde os seus clientes se encontram e os
seus produtos são discutidos.

Você pode organizar as divulgações de suas redes sociais
utilizando um dos modelos gratuitos disponíveis no Grátis e Melhor. Além
disso é possível baixar templates configurados sobre fluxo de caixa, controle de
estoque, folha de férias e muito mais!